Google+ Badge

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Ode to Joy or... Just Run Bitches !


  • Abro os Olhos...


A vida é engraçada, quando estamos a ponto de desistir algo mais forte intercede...


  • Estou me levantando
O muito é pouco, e o pouco é tudo. O muito nós perdemos e nos desencontramos onda nada é para ser.

  • Paro e sinto minha respiração
Pare e pense: o que era importante para você a um ano atrás ainda o é hoje? ... Se é, pode ser que você esteja no caminho certo.

  • Estou amarrando o cadarço 
Um dia, um mês, um ano, uma década... o tempo é tão curto quando contado assim; Viva o agora, aprenda com o passado e não espere o futuro chegar...

  • Ah... o Sol em meu rosto
Deus, Deus está em você. Ele reside na centelha de sua alma imortal, ele reside no facho de luz, no vento que lhe acaricia a face, na música que te anima. Procure-o em todas as coisas, porque ali ele habitará.

  • A música inicia 
O Som... o Som de um pássaro, de uma folha seca pisada, o Som do Silêncio, Ah... o som.


  • Meus pés estão golpeando ritmicamente o chão


Energia, Força, suor ... VIDA!
Faça seu corpo funcionar, ele foi feito pra isso.
O suor na minha cara, a alegria no meu coração, eu estou correndo, correndo do passado em direção ao horizonte.
Nunca parando, as vezes reduzindo o ritmo as vezes aumento. Nunca parar, a inércia é poderosa e perigosa, Se parar, tenderá a continuar assim, então mova-se, respire, sue, corra! Sinta isso.
Essa energia, primitiva, inexplicável.
Não olhe pra trás... você não esqueceu nada lá.

Isto aí acima... é apenas uma manhã de sábado em minha vida. E agradeço a Deus por cada uma delas...
Se para você que leu e chegou até aqui... e não achou exagerada a minha descrição de uma simples corrida no parque... é porque meu caro leitor... temos algo em comum, e arrisco dizer que não é o amor pela corrida como esporte... :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário